Elden Ring: devs do Horizon Forbidden West criticam a experiência do usuário, desempenho e missões


Alguns devs, da Ubisoft e da Sony fizeram fortes críticas a Elden Ring, também atacando a imprensa que analisou o jogo também. Os objetos de suas queixas são a experiência do usuário, o desempenho, principalmente no PC e o design das missões.

Para abrir o baile foi o diretor de UX da Ubisoft, ex- Battlefield 2042 , Ahmed Salama, que está com o perfil no Twitter fechado. Segundo ele, o Metacritic 97 de Elden Ring é a prova de que os críticos de jogos não se importam com a experiência do usuário. A primeira a respondê-lo foi Rebecca Fernandez O’Shea, da Nixxes Software, um estúdio first party da Sony, que acrescentou que também está desinteressada em “gráficos de PC, estabilidade e desempenho”. Observe que a Nixxes é especializada em ports de PC. A dupla foi acompanhada por Blake Rebouche, o designer de missões sênior de Horizon Forbidden West, que criticou o design do jogo.

Em suma, as suas críticas parecem ser principalmente para à impressa que deu a nota de Elden Ring, mas na verdade são também para o jogo, o que faltaria nos aspectos indicados.

Salama acrescentou que a experiência do usuário de Elden Ring é tão descuidada que o fez imaginar os desenvolvedores da FromSoftware fumando em suas mesas e usando monitores CRT.

Sinceramente, ver desenvolvedores criticando o jogo do momento, mesmo de forma muito espúria, parece uma coisa bem triste. Evidentemente, se tantas pessoas estão achando Elden Ring excepcional é porque a obra como um todo vai além dos elementos individuais, que podem ser mais ou menos curados. De vez em quando alguém deve lembrar que estamos falando de um meio com seu próprio valor estético, não apenas um conjunto de tarefas comerciais a serem verificadas ou não.

O que vocês acharam dessas declarações?

 

Fonte