Sony e Bungie: Halo é altamente elogiado pelo chefe da PlayStation Studios, Hermen Hulst


Após o anúncio da aquisição da Bungie pela Sony, o blog oficial do PlayStation publicou uma entrevista com o chefe da PlayStation Studios, Helmen Hulst, que entre outras coisas elogiou Halo falando sobre a nova equipe first-party.

Certamente não é estranho que Halo seja considerado uma pedra angular do desenvolvimento dos videogames, mas ouvir isso do chefe da PlayStation Studios sempre tem um certo efeito e é sintomático das grandes mudanças que estão ocorrendo no cenário de desenvolvimento e no mercado de videogames.

“Eles trabalharam em tantas coisas diferentes em várias plataformas e, claro, seu trabalho em Halo foi fenomenal, na minha opinião é um dos melhores shooters da história”, disse Hulst sobre sua visão para a Bungie.

Halo teve um grande impacto, e então veio Destiny, uma série que continua forte depois de 8 anos. Muitas pessoas tentaram construir um serviço ao vivo de sucesso, mas falharam, porque é uma coisa difícil, daí o sucesso. O Destiny foi especial.”

Da entrevista fica claro, como por outro lado, havia sido explicitamente relatado também nos últimos dias, que a aquisição da Bungie tem a ver com o novo impulso da Sony PlayStation em direção aos jogos GaaS, ou serviço ao vivo, sobre o qual, além disso, sabemos há 10 projetos em desenvolvimento dentro do gênero agora na Sony.

No entanto, não há dúvida de que um elemento importante na escolha de adquirir a Bungie também é a experiência da equipe com FPS, ou jogos de tiro em primeira pessoa, área que sempre foi um ponto fraco para a produção interna da Sony. Curiosamente, o próprio Hulst está diretamente envolvido no assunto, tendo sido um dos responsáveis ​​por Killzone, o jogo que havia sido aclamado como “Halo killer” mas que teve um destino bem diferente.

“Halo: Combat Evolved foi lançado quando, 20 anos atrás? E lançou as bases para o console FPS, com muitas ideias que duraram no tempo como granadas, ataque corpo a corpo, mira, energia recarregável “, disse Sir Shuman, diretor sênior da Sony Interactive Entertainment que conduziu a entrevista com Hulst, que respondeu: “Sim, todos sabem que a jogabilidade da Bungie é um dos pontos de referência. É sempre fluido, sempre responsivo, fácil de começar e difícil de sair. Eles começaram ou aperfeiçoaram tantas inovações em seus jogos. Acompanhei suas escolhas de design muito de perto porque, como você sabe, eu estava trabalhando em Killzone, assim como a Bungie estava desenvolvendo Halo”, disse ele. o chefe da PlayStation Studios.

 

Fonte