Sony estava desesperada e pagou muito à Bungie para correr atrás da Microsoft, diz Michael Pachter


Michael Pachter, o famoso analista da Wedbush Securities, também comentou sobre a aquisição da Bungie pela Sony por US$ 3,6 bilhões, chamando-a de uma jogada desesperada, feita para correr atrás da Microsoft e não ficar para trás. Em suma, segundo ele, a Sony pagou demais.

Pachter fez essas declarações inflamadas aos microfones do Yahoo! Finanças, motivando-os olhando para as receitas da Bungie, não exatamente excepcionais.

“É como se a Sony quisesse declarar oficialmente que eles não foram deixados para trás, então eles compraram a Bungie. Para comparação, a EA comprou a Respawn cerca de três ou quatro anos atrás por US$ 700 milhões com 400 desenvolvedores. E esses caras geram 700 milhões de dólares por ano em receita. A Bungie gera cerca de US$ 200 milhões em receita. Então, acho que a Sony pagou demais. “

Insatisfeito com a compra, Pachter também acrescentou: “Acho que foi a maneira da Sony de comunicar que eles não deixariam a Microsoft ir, então eles compraram por desespero. Este é um acordo que não faz sentido para mim.

Digamos que seu ponto de vista também ecoa o de outros analistas, que consideraram a aquisição muito cara. Claro, deve-se dizer que a Bungie terá um papel estratégico nos planos da Sony com jogos de serviço ao vivo, que vai além das receitas produzidas pela empresa.

Qual a sua opinião sobre isso? Michael Pachter tem razão? Foi muito cara? A Sony está desesperada sem a Activison Blizzard e Bethesda?

 

Fonte